• Denise Waskow

Como contar a história da empresa

Atualizado: Jul 22


Reunir os episódios de uma empresa ocorridos ao longo de anos, décadas e até mesmo séculos em uma narrativa bem estruturada, no formato de um livro, é um desafio e tanto! Para quem não é da área, o processo de pesquisar as informações e organizá-las, apesar de ser interessante, pode ser também cansativo e pouco viável entre as demandas do dia a dia.


Mas, muitas vezes, o objetivo é elaborar um conteúdo breve, seja ele um vídeo de poucos minutos de duração, uma newsletter ou um texto para o blog ou site corporativo. E a tarefa, embora continue complexa, diminui de tamanho. Neste texto, vamos mostrar o que levar em consideração na hora de registrar essa história, independentemente do formato escolhido.


Duas mulheres sentadas em frente a um computador, em uma mesa de trabalho, em ambiente de escritório. Uma delas aponta para a tela com uma caneta, enquanto a outra acompanha o que está sendo apresentado. Sobre a mesa, além do computador, canetas coloridas, teclado e mouse.


Converse com as pessoas


Toda empresa tem um funcionário mais antigo, alguém que esteve presente nos momentos significativos e que pode compartilhar alguns relatos. Conversar com esta pessoa é um dos primeiros passos. Além dela, escolha também profissionais de posições estratégicas, nas diferentes áreas, que consigam compartilhar uma visão macro do negócio.

O objetivo destes contatos é colher informações sob um ponto de vista humanizado, com dados que não se encontram em relatórios ou registros técnicos. Depoimentos que revelem aspectos curiosos, engraçados, desafiadores e emocionantes, e que indiquem outras pessoas a serem ouvidas em momentos futuros.



Consulte os documentos


Página de documento contábil empresarial antigo, com números distribuídos em colunas verticais. Em segundo plano, um documento semelhante, mais antigo.

É bem provável que, durante a conversa com alguns profissionais, surjam dúvidas sobre fatos, datas, nomes e números que não estão bem claros na memória. É neste momento que a consulta aos documentos ganha destaque, pois permitirá checar algumas informações e acrescentar outras.


A visita ao arquivo da empresa (seja ele físico ou digital) também tem a função de facilitar a aproximação com um tempo que já se foi. Procurar fotografias, informativos internos, relatórios e demais documentos administrativos é um modo de entender a realidade de cada período, os processos de trabalho e quais as suas principais mudanças.



Compreenda o contexto

Pilha de jornais antigos, dobrados ao meio e presos em grupos por elásticos.

Quando já estiver bem cercado de dados sobre a situação da empresa, amplie o seu campo de visão: é hora de analisar o papel da empresa no mercado como um todo. De acordo com o cenário de cada época, como a organização se encaixava: com uma postura inovadora, moderada, criativa, analítica? Quais fatos embasam essa percepção?


Além disso, de que modo os acontecimentos externos (locais, regionais, nacionais e mundiais) impactaram no negócio? Quais adaptações foram necessárias diante de crises econômicas, políticas e de mudanças no comportamento do consumidor? Como a percepção da marca pelo público foi se modificando ao longo do tempo?



Valorize as suas descobertas


Em primeiro plano, uma mão segurando uma lupa, apontando para o horizonte no entardecer. Em segundo plano, uma rodovia e a imagem do horizonte ao entardecer.

Com a pesquisa de campo concluída, o passo seguinte é ter a sabedoria de escolher em quais pontos centrar a atenção, destacando o que for mais significativo. Não é possível abordar todos os aspectos, então, selecione os momentos cruciais para compor a sua história, como grandes mudanças de gestão e lançamentos de sucesso.


Lembre-se também de que, em um conteúdo breve, como um vídeo ou um texto para a internet, é melhor ter foco e tratar de menos temas do que ser abrangente e superficial. Invista na capacidade de síntese para valorizar aquilo que você almeja e, assim, construir uma narrativa envolvente, criativa e dinâmica.



História da empresa: exemplos


Organizações que têm clareza no seu propósito costumam reconhecer os aprendizados e conquistas ao longo do caminho. Afinal, é a partir deles que se constrói uma trajetória relevante e inspiradora, com potencial para ser trabalhada como um ativo da organização, pelo seu valor simbólico e comercial.


Este vídeo, das Pastilhas Valda, destaca, por meio de uma linha do tempo, o crescimento da empresa em paralelo a eventos marcantes do contexto mundial. Já a Louis Vuitton apresenta um artigo em seu site focado em um aspecto essencial do seu percurso: os baús que deram origem ao negócio.


E então, está preparado para descobrir e valorizar a história da sua empresa?


Na Palavra Bordada já contamos a história de algumas instituições. Clique nas imagens para saber mais!